Blog

PERDA DE PESO PODE INDICAR MÁ ALIMENTAÇÃO DO IDOSO


www.casavillaggio.com.br

A boa alimentação é uma preocupação constante, especialmente, na terceira idade, quando uma série de modificações fisiológicas e psicológicas ocorrem, podendo interferir na alimentação e consequentemente causar deficiências importantes para o organismo.

Por isso, é muito importante o controle mensal do peso do idoso, que em alguns casos pode ter perda nutricional por causa de dificuldades para mastigar e engolir de alimentos sólidos, provocando engasgos e o medo de comer.

Além disso, o acompanhamento por um nutricionista é bastante indicado nesta faixa etária.

Anote estas dicas que podem ajudar você a estimular a boa alimentação e garantir que seu familiar idoso mantenha o peso ideal e a saúde em dia.

  • As refeições devem ser oferecidas em pequenas porções e várias vezes - 5 a 6 vezes ao dia, para garantir a ingestão necessária de calorias, proteínas, vitaminas e sais minerais;

  • Caprichar na apresentação dos pratos, usando alimentos coloridos e diversificados, pode estimular o apetite e a vontade de experimentar a comida;

  • Assim como no caso das crianças, os idosos também precisam ter disciplina e regularidade em relação ao horário das refeições. Isto faz com que o organismo se habitue a receber alimento em determinados períodos do dia;

  • Adequar o cozimento e consistência dos alimentos para ajudar a mastigação e deglutição dos mesmos, e reduzir o uso de sal, contribuem para uma melhor alimentação. Evite também oferecer alimentos crus, com cascas duras ou peixes com espinhas para que o idoso não se engasgue;

  • Oferecer água ao idoso, antes e depois das refeições, além de ajudar na hidratação, pode prevenir engasgos;

  • No caso de idosos com alguma dificuldade motora, a utilização de pratos, copos e talheres de material plásticos é recomendável, prevenindo assim acidentes e corte;

  • Constatada a perda de peso,o ideal é consultar um nutricionista para que ele indique um suporte adequada à dieta do idoso como, por exemplo, a inserção de suplementos nutricionais orais ou purês enriquecidos;​

Categorias