Blog

IDADE ESTÁ NA CABEÇA...

Mas a atividade física ajuda a manter também o corpo jovem e saudável

Prova disto é Johanna Quaas, que aos 86 anos de idade, mostrou muita disposição, força física e elegância nas barras paralelas.


Dores, rigidez muscular e cansaço são sintomas comuns em pessoas com mais de 50 anos que, muitas vezes, deixam de fazer exercícios por medo de que o corpo não dê mais conta do recado. Mas, isto não é verdade.


O segredo está descobrir e escolher o exercício certo para as características do seu corpo e continuar (ou começar) a fazer atividades físicas, favorecendo a sua saúde e a sua qualidade de vida.


Quem chega à terceira idade, independentemente de sua condição física, deve buscar exercícios que melhorem a parte aeróbica, a flexibilidade, o fortalecimento dos grandes complexos musculares e o equilíbrio do corpo. Confira os melhores exemplos:

  • Natação: nadar faz bem para esse grupo de pessoas porque queima calorias, trabalha intensamente a parte aeróbica e fortalece os músculos, além de proteger as articulações, ajudando a tratar doenças como artrite e osteoartrite

  • Corrida: correr traz muitos benefícios para o equilíbrio e para a respiração. Os idosos devem gastar no mínimo 30 minutos por dia com a atividade, cinco vezes por semana

  • Yoga e pilates: os benefícios dessas duas modalidades na terceira idade vão desde o alívio das dores provenientes da idade até o aumento da autoestima.

Fonte: Instituto Melhor Idade

Categorias